CONSULTAS ONLINE

Cuidado para não cair na inadimplência

A inadimplência do consumidor caiu 1,1% ao longo do ano de 2018, de acordo com dados nacionais da Boa Vista. “A instabilidade econômica dos últimos anos fez com que as famílias ficassem mais cautelosas, o que inibiu o consumo e a tomada de crédito, contribuindo para a queda do fluxo de inadimplência”, destaca a empresa de banco de dados.

Mesmo assim, o número de inadimplentes no País está na casa dos 62 milhões de pessoas.

“Portanto, quem está com o orçamento doméstico apertado e algumas dívidas ou contas de serviços não estão em dia, é o momento de repensar os gastos. Um sinal de alerta foi acionado e se providências não forem tomadas rapidamente sair do vermelho ficará cada vez mais difícil”, adverte Pablo Nemirovsky, superintendente de Serviços ao Consumidor da Boa Vista SCPC.

Sem contar que, ao não manter as contas em dia, o nome pode ser incluído no banco de dados do SCPC com várias consequências negativas, como não conseguir aprovação de crédito em lojas, financiamentos e empréstimos. Além disso, o banco pode se negar a entregar talões de cheque e cartão de crédito, além de cair a pontuação do Score.

 

Orçamento doméstico

Quem não quer estar na lista de inadimplentes precisa ter na ponta do lápis tudo o que entra e sai de dinheiro. “Colocando todos os valores numa planilha de orçamento doméstico é possível fazer uma leitura abrangente de como está a situação financeira pessoal e da família, e tomar medidas rapidamente”, destaca Nemirovsky.

Se a conta não fechar após fazer o orçamento doméstico, é fundamental analisar cada despesa e ver o que pode ser cortado ou reduzido, mesmo que por um período curto de tempo. Por exemplo, diminuir a conta de luz não deixando lâmpadas acesas sem necessidade, reduzir o tempo no banho (o que também reduz a conta de água) e até diminuir o uso do ferro elétrico, cortar a pizza, ir menos a restaurantes, deixar de comprar roupas ou calçados, etc.

Se os valores empatarem – não sobra nem falta no fim do mês -, ainda assim é importante cortar alguns gastos para guardar algum dinheiro e ter uma reserva de emergência para o caso de desemprego, gastos extras com saúde e outras situações que exigem dinheiro rápido ou, ainda, investir em seus sonhos.

 

Anote tudo

Outra dica para ter as contas bem controladas e não cair na inadimplência com todas as suas consequências é listar tudo o que se gasta em uma planilha ou mesmo no celular. Depois, é só passar para a planilha de orçamento doméstico.

Com certeza, no fim do mês se terá uma visão clara de todas as despesas do mês, incluindo aquelas que parecem invisíveis, e que quase nunca são computadas, como um doce, chocolate, café, etc., e saber para onde está indo o dinheiro.

 

Acompanhe as dívidas em atraso

No site Consumidor Positivo, da Boa Vista, é possível acompanhar as dívidas em atraso por meio da consulta do CPF, que é gratuita e traz anotações no nome, empresa credora, o valor da dívida e como entrar em contato com o credor.

Texto: Comunicação Rede Verde-Amarela



<< Voltar

Associação Comercial e Industrial de Itapevi
Av. Presidente Vargas, 650 - CJ 02 - Jardim Nova Itapevi | Itapevi/SP - 06694-000 - acita@acita.com.br
Imagem